Pages

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Breninho na praia

Antes mesmo do Breninho nascer ele já tinha uma viagem programada, o casamento de uma amiga muito querida, a Marceli, em Ilhabela.

Então começamos a planejar a viagem para o casamento, estendendo mais dois dias, pois o maridex estava de férias.

É incrível como as coisas mudam após o nascimento de um bebê, antes do Breninho nós levávamos duas malas e sobrava espaço no porta-malas. Agora o carro foi carregado, não tinha lugar nem pro carona.

Saimos de São Paulo na sexta, dia 25, nosso aniversário de 5 anos de casamento.


O percurso foi bem tranqüilo, ele dormiu o caminho todo, acordou apenas em São José, no Frango Assado para mamar, depois só na balsa. Um amorzinho. Chegamos no hotel (ótimo e recomendo), o Ilha Plaza, dei mama, arrumamos as coisas e quando estávamos saindo para passear encontramos os noivos com a família. Fomos tomar um café no Free Port e depois cama. Pelo menos é o que pensávamos, pois nós queríamos cama, mas o Breninho deu um show! Não queria dormir de jeito nenhum, nem parecia o meu filho, que costuma dormir fácil a noite.


Depois de uma madrugada acordando o tempo todo, pois acho que ele estranhou o quarto, acordamos e no corredor encontramos o Marcos e a Lili. Agora faço um parêntese, o Marcos é o irmão da noiva, mas também um amigo muito querido, a Lili é sua esposa.

Depois de uma tentativa de ir à praia em frente ao hotel, decidimos ficar pela piscina mesmo, afinal tínhamos que nos arrumar para o casamento que seria na areia da praia. O Breninho viu um pouco do mar, mas não tanto quanto eu queria.


A noite fomos ao casamento. Foi ESPETACULAR, a Má teve casamento de filme de tão lindo que foi. Ao fundo do altar estava o mar e o pôr do sol. Lindo, lindo lindo.

O Breninho me surpreendeu, ficou tão bonzinho durante o casamento, sentou no meu colo e ficou lá olhando tudo quietinho. A Lili estava sentada na minha frente e quando ela ria ele ria também, tão fofo!!

Mesmo assim acabamos saindo mais cedo, pois não queríamos judiar muito dele, afinal ele não está acostumado a farra.


No domingo combinamos de ir ao DPNY, mas não deu certo, pelo menos para nós. Quando chegamos ao DPNY fomos informados que não era permitida a presença de crianças menores de 12 anos lá. Então nós odiamos o DPNY!! Azar deles, perderam a presença do meu filho lindo e maravilhoso!

Fomos a outra praia, nada muito demorado. Fomos almoçar e meu marido decidiu que não ficaríamos lá em Ilhabela, iríamos para Ubatuba...


Em Ubatuba o Breninho adorou as ondas, ficava mexendo os pezinhos todo empolgado.

Dia 30 ele fez 4 meses, meu filho está crescendo... Além de todo risonho agora ele aprendeu que é legal pegar o pé, fica lá pegando o pé. Além disso se colocá-lo sentado com brinquedos na frente ele fica um bom tempo lá brincando. Quer pegar tudo o que vê, já vi que me dará trabalho nas lojas.

De presente ele ganhou uma tartaruguinha do Projeto Tamar e hoje seu primeiro livro, aqueles que podem ir para banheira.




4 comentários:

Aline, agora mãe disse...

Que delícia de passeio!!! Nosso Joaquim ainda não nasceu, mas nós também estamos planejando um passeio na praia com ele em janeiro, ele estará com quase três meses! Sua experiência me animou, he he... beijos e tudo de bom pra vcs 3!!

Anônimo disse...

Ah, foi por isso que vcs não foram ao DPNY! Que chatice isso de não aceitarem crianças, não? Estava tão vazio, tinha guarda-sol à vontade, não vejo pq. Enfim... Vamos marcar um jantar aqui em casa qdo o Pietro e a Marceli voltarem, que acham?
Beijo!
Lili

luamorzinha disse...

que liiiindo!
tô morrendo de vontade de levar o Teo para conhecer a praia...
beijo

BLOG DA GRÁVIDA disse...

Que aventura, hein, Breninho!?Fico imaginando quando você crescer e vir essas fotos...vai achar o máximo ter descido a serra! Beijo! Boa semana!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails